Artigos em Imanência

Aqui encontra pequenos artigos pela perspectiva viva, emaranhada, mítica e paradoxal da Imanência. Escritas tecidas pelo afecto do Corpo Presente, pela imaginação da Alma Ecológica e curiosidade da Psique Mítica.

Para além da categoria geral onde encontra todos os artigos, dos mais técnicos aos mais oníricos, tem também categorias específicas:

{geral} {contos} . {gritos-oração} . {sonhos}

Icebergue num Alguidar

Icebergue num Alguidar

Ler também: Arquétipos na Ecopsicologia Doze tipos de Ansiedade Climática Os Deuses da Modernidade Reflexão, Dispersão, Difração, Refração Icebergue num Alguidar & Psique de Plástico Ideologia ESCAPE Investigação-Oração Trauma e Lugar PARTE I - Iceberg num...

Quando o Medo nos entrou

Quando o Medo nos entrou

Quando o medo nos entrou   Separou-nosEsgaçou o parentescoDiminuiu a relaçãoElevou muros e paredesIgnorou os ciclos Quando o medo nos entrouAgarramo-nos a ele como a única realidadeAcomodamo-nosDomesticamo-nosRasgamos as possibilidades de inter-serDe tão...

Mitologia Crua

Mitologia Crua

Mitologia Crua Dissolver os binários, linearizações e absolutismos culturais. É desafiante, porque a Vida não é apenas lógica ou racional. Abrimos ao desafio da contra-narrativa nos interstícios do mamífero que somos, no luto por não percebermos que fazemos parte de...

Lamento que achemos que Lugar não é verbo

Lamento que achemos que Lugar não é verbo

Lamento que achemos que Lugar não é verbo. {mas como a palavra lugar não é um verbo?!} Suspiro a que possamos re-escrever o Território como ações e movimentos. Como limiares e transições, de espaços, corpos e tempos. Vastos e minúsculos. De carne porosa que transborda...

O Chão Líquido

O Chão Líquido

O Chão Líquido A vida tira-nos o tapete O chão foge debaixo dos pés Deserta Desaparece Desvanece Os pés dançam pendurados Sem sustento ou amparo Deslocam-se sem rumo Procuram chão Procuram sempre chão firme. Mas o chão move-se Inexoravelmente O chão líquido Ondeia...

Debaixo da barriga suave das Infra_Estruturas

Debaixo da barriga suave das Infra_Estruturas

Debaixo da Barriga Suave das Infra_Estruturas O Chão ruge, rasgado, estrangulado, esmagado, sufocado.   Ao longo de milénios, nós, no Ocidente, abandonámos os protocolos devocionais do Submundo em favor das infra-estruturas e comodidades da civilização. Cortámos...

As coisas fundas que precisamos desaprender

As coisas fundas que precisamos desaprender

As coisas fundas que precisamos desaprender As coisas fundas que precisamos desaprender precisam de tempo. Porque é no contraste entre a tensão e urgência e a hibernação mamífera que se alquimizam. As coisas fundas que nos desafiam precisam de espaço para poderem ser...

Doze tipos de Ansiedade Climática

Doze tipos de Ansiedade Climática

Ler também: Arquétipos na Ecopsicologia Doze tipos de Ansiedade Climática Os Deuses da Modernidade Reflexão, Dispersão, Difração, Refração Icebergue num Alguidar & Psique de Plástico Ideologia ESCAPE Investigação-Oração Trauma e Lugar Conteúdo Intro As Doze...

O Olho do Paradoxo

O Olho do Paradoxo

O olho do paradoxo  Aqui no fim do mundoO amor e o desespero caminham de mãos dadasO humor brilhante e as gargalhadas que fazem doer a barrigaacompanham as lágrimas grossasO luto doloroso mantém o espaço aberto ao que emergeA loucura e a sanidade sustém a...

A Abundância através dos muros em ruínas

A Abundância através dos muros em ruínas

A Abundância através dos muros em ruínas Regressei finalmente, depois de uma longa e dolorosa ausência, sempre a escutar o chamamento do Riacho enquanto o meu corpo gesticulava em sinal de reconhecimento. Finalmente encontrei o tempo e a disponibilidade interior para...

Cuidar, não para prevenir, mas para viver através

Cuidar, não para prevenir, mas para viver através

Cuidar,não para prevenir, mas para viver através de   🌺💀 No livro do Santuário escrevi “Ao longo dos últimos anos a minha questão tem sido como podemos forjar, suster e nutrir lugares de diálogo onde nos possamos abrir às histórias do mundo,...

Rasgar para continuar

Rasgar para continuar

Rasgar para continuar Em 2014, com uma filha de 4 e outra de 1 ano, comecei a escrever o meu primeiro livro. Não sabia como fazer, só sabia que queria registar a minha prática da casa e da vida. Derramei-me e demorei-me. O livro acabou por sair em 2016, em edição de...

🌳 Vários livros de diversos territórios, lugares de resgate da polimorfa Imanência. 

Peregrinações caleidoscópicas em profundidade, às raízes da identidade moderna, em todos os seus preconceitos, intrínseca violência e absurdas limitações. Diferentes jornadas de amor pela poesia da complexidade, da diversidade e da metamorfose. Tecelagens de histórias vivas que nos recordam do que esquecemos, da sacralidade do chão e da Vida. Complementos ao vício da transcendência, em rigor e responsabilidade.