À primeira vista, para quem está de fora, pode parecer estranho um curso de feng shui no âmbito do Instituto Macrobiótico de Portugal, apesar de o curso estar presente desde 1997.

Afinal o Instituto é dedicado à grande vida (Macro, Bios), onde são passados ensinamentos sobre a alimentação, sobre entender e seguir os ciclos da natureza fornecendo as bases para uma nova vida mais completa, saudável e natural. Salvaguardando também princípios ecológicos e de respeito à natureza que nos nutre e envolve. A prática de todos estes ensinamentos promovem um maior bem estar no dia a dia, assim como nas relações e nos objectivos de vida de cada um de nós, tornando-nos mais verdadeiros, completos e compassivos.

E o que tem tudo isto a ver com feng shui? Bem na verdade tem tudo a ver. Tal como a macrobiótica, o feng shui é uma disciplina que ajuda a promover o bem estar de cada um de nós. O que a macrobiótica faz internamente através da alimentação, o feng shui faz externamente através do alinhamento e equilíbrio do espaço que nos circunda e envolve.

Ambos partilham a mesma metafísica, a mesma visão cíclica do tempo e a mesma dinâmica de mutação constante. Sendo disciplinas diferentes complementam-se na criação e manutenção do equilíbrio de cada um de nós, tal como o chi-kung e o shiatsu. É também muito enriquecedor este ambiente de transformação e aprendizagem, podendo abrir horizontes e facilitando de novas experiências no contacto com pessoas, alunos e professores, destas diversas áreas complementares de conhecimento.

À medida que nos vamos tornando mais conectados e presentes, através de ajustes na alimentação, arranjar e equilibrar intencionalmente a casa torna-se natural e até mesmo urgente. Ter noções de feng shui dentro deste contexto é por isso interessante, trazendo a mais valia de uma mudança consistente e prevalecente nas várias áreas de vida.

Por esta interdependência disciplinar e pelos objectivos similares o feng shui e a macrobiótica completam-se naturalmente. O que torna o curso de feng shui do Instituto Macrobiótico de Portugal extremamente valioso exactamente por se desenvolver num contexto maior e mais abrangente de equilíbrio e bem estar humano, ecológico, espacial e temporal.