Sofia Batalha, a autora

Coleção Casa Simbólica

Uma Casa Feliz

Curso Feng Shui Lunar

Características da Casa da Mãe
  • Arquétipo de Luz – Relaciona-se com o mundo externo, com uma fase mais expressiva e de exteriorização, procurar o seu lugar e serviço ao mundo.

  • Mulher que faz a ligação aos outros — procura conexão e sentido de pertença, através das pessoas, da satisfação e da intimidade.

  • A casa é – Uma Casa que cheira a bolo.

  • O tema desta casa é – As relações, o corpo e o amor.

  • Deusa associada – Deméter.

  • Cristal – Quartzo Rosa ou Jade.

  • Ponto cardeal – Sudoeste.

Arquétipo da Mãe

O arquétipo da Mãe nutre, toma conta e dá colo.

Em termos de fase de vida, aqui temos a casa cheia, o auge do tomar conta, da responsabilidade perante os outros.

Este arquétipo não pretende ser bem-sucedido em casa e na carreira como a Imperatriz. É menos racional e mais emocional. Está e dá. Mas tem dificuldade em saber receber. Não sabe pedir ajuda e não sabe delegar (como a Imperatriz).

Revê-se na conexão e intimidade das pessoas com quem habita ou que a visitam.

 

A casa da Mãe — A casa que cheira a bolo

A casa da Mãe é uma casa movimentada onde se cozinha bastante. Está sempre meio caótica, com coisas e pessoas a entrar e sair. É uma casa disponível para quem quiser ficar. Um espaço aconchegante, nutridor e confortável. Uma casa que vive de relações, mais do que de objectos ou mobília.

Pode ter coisas a mais, entre tapetes, mantas, livros e pó. Mas é uma casa vivida onde há sempre comida para quem chegue. Quando algo se avaria, pode demorar muito tempo até que seja arranjado.

Com todo este movimento, o essencial é que o espaço seja arejado e limpo com frequência. Que não se acumulem coisas demais para que a Mãe não se sinta desgastada.

 

Texto adaptado do livro, Uma Casa Feliz, de Sofia Batalha